Notícias

Novos Lançamentos na Feira NaturalTech 2013

Chia: a semente que emagrece

Dieta da chia para emagrecer é a última novidade que está fazendo sucesso, ela é considerada um super alimento funcional e nutricional e a mais rica fonte vegetal em ácidos graxos. Ela tem propriedades que ajudam a controlar a fome e auxiliam na perda de peso sem o risco do efeito sanfona.

PARA QUE SERVE A CHIA?

A Chia para que serve em dietas nutricionais de emagrecimento não deixa dúvidas, a semente oferece ótimos resultados principalmente para quem precisa de força e resistência física. Recentemente foi descoberto seu incrível poder nas dietas de perda de peso pois é rica nos nutrientes indispensáveis para o bom funcionamento do organismo.

• Ômega 3 na chia Possui teor mais elevado do que o encontrado em outras sementes.

• Fibras na chia Favorece o trânsito intestinal e elimina as toxinas do corpo.

• Cálcio na chia Recentemente descoberto, que ele também ajudava a queimar gordura no organismo.

• Magnésio na chia Reduz a incidência da síndrome metabólica, condição que inclui o acúmulo de gordura abdominal.

• Potássio na chia Essencial para a contração muscular, desempenha um papel importante nas atividades físicas melhorando o ritmo de bombeamento do coração e movimento do corpo.

• Proteína na chia Um dos nutrientes principais que o corpo utiliza para gerar energia, sendo essencial para formação o dos músculos que queima mais calorias.

BENEFÍCIOS

Chia benefícios que podem além de ajudar a emagrecer também contribuir na manutenção da saúde física e mental, por ser rica em quase todos os tipos de nutrientes ela se tornou um forte aliado principalmente para quem segue uma dieta de perda de peso, veja as vantagens de incluí-la na alimentação.

• Chia promove a saciedade

• Chia combate inflamação

• Chia desintoxica

• Chia reduz o colesterol

• Chia controla a glicemia

• Chia ajuda na formação óssea

• Chia previne o envelhecimento precoce

• Chia melhora a imunidade do organismo

Chia como usar

Introduzir a semente na alimentação de acordo com seu estilo de vida.

Ela pode ser consumida pura ou misturada em frutas de sua preferência, também pode ser adicionada em saladas, no preparo de iogurtes, sucos naturais ou na comida. O ideal é comer uma colher (sopa) da semente 30 minutos antes das refeições.

 

ÓLEO

Como ingerir

Use o óleo como tempero. Acrescente uma colher (sopa) do alimento em saladas, independentemente da quantidade de folhas. Contudo, a versão líquida de chia não conta com os benefícios das fibras, encontradas exclusivamente na farinha e na versão em grãos. Os demais componentes, como o ômega 3, permanecem inalterados.

Chia efeitos colaterais

Chia efeitos colaterais ou contra indicações não são conhecidas até hoje, pois se trata de um produto natural, entretanto é sempre aconselhável consultar um nutricionista antes do uso para melhores resultados.

O que é

Originária do México, a chia é uma semente que foi muito consumida por civilizações antigas, principalmente por quem precisava de força e resistência física.

Composição

Entre os principais componentes está o ômega 3 - em teor mais elevado do que o encontrado na linhaça. também tem fibras, cálcio, magnésio, potássio e proteína.

O poderoso grão possui...

• 2 vezes mais potássio do que a banana

• 3 vezes mais ferro do que o espinafre

• 6 vezes mais cálcio do que o leite integral

• 8 vezes mais ômega 3 do que o salmão

• 12 vezes o próprio peso: é o que ela absorve de água

• 15 vezes mais magnésio do que o brócolis.

Ajuda a perder peso porque...

A chia age em três frentes distintas que auxiliam no emagrecimento

• Causa saciedade: suas sementes são mucilaginosas, ou seja, ricas em fibras. ao entrarem em contato com a água, formam um gel no estômago. diante dessa reação, a digestão torna-se mais lenta. Assim, o indivíduo fica satisfeito mais rapidamente e, então, passa a consumir porções menores.

• Combate inflamação: a gordura é resultado de um processo inflamatório do organismo, que deixa de enviar mensagens de saciedade ao cérebro. Com isso, perde-se o controle sobre a fome a ponto de comer e nunca se sentir satisfeita. O ômega 3 presente no grão combate essa inflamação, ajudando o corpo a recuperar o controle sobre o apetite.

• Desintoxica:a fibra regula o trânsito intestinal e limpa o organismo por meio das fezes.

Outros benefícios

Além de ajudar o corpo a entrar em forma, a chia colabora na redução do colesterol, controla a glicemia, ajuda na formação óssea, previne o envelhecimento precoce e melhora a imunidade do organismo.

Contraindicações

Qualquer pessoa pode ingerir a semente. Porém, devido ao alto teor calórico, o excesso pode levar ao ganho de peso. Logo, para emagrecer, coma apenas a quantidade indicada na matéria.

Quem pode consumir Chia?

A Chia é para todas as idades; desde bebes (em idade de comer alimentos sólidos), até idosos. Podem consumir mulheres grávidas, diabéticos e atletas de alto rendimento. A semente de Chia é livre de glúten, baixo teor em sódio e não existe evidencia de alergia a este alimento.

A Chia favorece a redução de níveis de colesterol?

Cada um de nós responde de maneira diferente aos tratamentos. Fisiologicamente todos somos diferentes. Nem mesmo os médicos podem assegurar o efeito que causará um alimento ou medicamento em um individuo em particular. Entretanto, estudos com pacientes com colesterol e triglicerídeos altos, demonstraram que depois de uns três meses de consumir Chia (20 a 25 gramas diariamente), os níveis sanguíneos de colesterol LDL ou “ruim” e de triglicerídeos reduziram sensivelmente, até níveis normais, em torno de um 30%.

Posso perder peso com a Chia?

A Chia é um grande aliado nas dietas para perder peso, sem perder massa muscular, por sua alta concentração de proteínas de fácil absorção.

Devido a que a Chia absorve 12 vezes seu peso em água formando um gel ou gelatina, seu consumo produz uma sensação de saciedade por mais de 5 horas, reduzindo os desejos.

Os efeitos super hidratantes da Chia (derivados da mencionada absorção e criação do gel), fazem mais lenta a conversão dos carboidratos em açucares (muito benéfico para pessoas com diabetes).

Adicionalmente, a Chia é um alimento que contém muita fibra, incluindo uma alta porcentagem de fibra dietética (60% mais que o farelo), o qual ajuda também em dietas para perder peso.

Também dá um grande poder energizante (energia), útil para o exercício físico.

Uma colher de sopa de Chia contém ao redor de 80 calorias. Por exemplo, se consome uma colher de Chia com uma xícara de mamão e um iogurte sem açúcar, estará consumindo uma media de 195 calorias; um café da manha com baixa caloria e bem balanceado – com alta concentração de fibra dietética, vitaminas B1, B2 e B3, minerais e antioxidantes.

As sementes de Chía3 são orgânicas?

Não. Entretanto, nossas sementes são cultivadas sem pesticida nem substancias químicas, pelo que se poderia dizer que são semi-orgánicas.

Os processos utilizados para a colheita e limpeza são de primeira qualidade, e se fazem a base de movimentos de ar e peneiras para a limpeza de resíduos como a palha, etc.

A proteína da Chia é livre de glúten?

Sim, a diferença da maioria dos grãos, as sementes de Chia são naturalmente livres de glúten.

Pode prevenir o desgaste dos ossos?

Sim, devido a seu grande conteúdo de Omega três, o qual inibe o desgaste dos ossos. A Chia contém seis vezes mais cálcio que o leite e além boro, o qual fixa o cálcio nos ossos.

Por um teste clínico publicado no Diário inglês de Nutrição (95,3: 462-68 2006) se comprovo que a ingestão de ácidos graxos Omega-3 retarda a perda de osso (densidade mineral) associada com o envelhecimento.

Investigadores do Hospital da Universidade Técnica de Texas e a Universidade de Purdue administraram Omega 3 a ratos de laboratório e no final do período de tratamento, os grupos de teste tiveram um porcentagem de menor perda de osso.

Contudo sugerimos:

Boa saúde: 1 colher ao dia (5 gramas) com água. 5 gramas ao dia darão a uma pessoa que já faz uma dieta saudável, o Omega -3 necessário e um bom equilíbrio energético.

Reforço saudável: 2 a 5 colheres ao dia (10 a 25 gramas) com água. 10 a 25 gramas por dia ajudarão a reduzir os níveis de colesterol e as dores causadas por inflamação e também uma contribuição energética e protéicas suficiente para idosos e atletas de alto rendimento.

Qual é a diferença entre Omega-3 em óleos de peixe e o das sementes de Chia?

A Chia tem o mais alto conteúdo natural de Omega 3: oito vezes mais que o salmão e maior a de qualquer peixe, algas marinhas, plantas e sementes, incluindo a linhaça, com a grande vantagem de que ao conter antioxidantes naturais, pode preservar-se por um tempo muito maior (até 5 anos) e não provoca o “característico” cheiro a peixe.

A Chia contem menor quantidade de sódio que outras fontes de Omega 3 proveniente de peixes (237 vezes menos sódio que o atum e 78 vezes menos que o salmão).

É um produto sustentável e ecológico. O alto conteúdo de óleos essenciais das folhas da Chia atuam como extremadamente potente repelente de insetos, evitando a necessidade de usar químicos (nocivos para o meio ambiente) para proteger o cultivo.

O uso da Chia como fonte de ácidos graxos Omega 3 previne a depredação de abastecimentos naturais de peixes e elimina a acumulação de toxinas como a dioxina e o mercúrio que se acumulam no peixe.

13 motivos para consumir chia, a semente da vez

Ela está lotada de ômega-3, cálcio, fibras, ferro e diversos outros nutrientes

Disponibilizamos o produto no mercado de três formas: óleo, farinha e grão inteiro. O óleo pode ser usado como temperos de saladas e pratos em geral, e a farinha ou o grão podem ser adicionados em iogurtes, vitaminas, tortas, bolos, saladas, sucos, entre outras receitas.

1- Efeito tira-fome

A semente de chia é rica em fibras tanto solúveis quanto insolúveis. Essas fibras ajudam a regular o trânsito intestinal, evitando ou tratando a prisão de ventre, por exemplo. Enquanto a aveia possui 9,1g de fibras a cada 100g do grão, a chia tem 13,6g de fibra. "Ela também proporciona mais saciedade, pois em contato com líquido no interior do estômago forma uma espécie de 'gel' que dilata o estômago, ajudando também no emagrecimento", explica.

2- Ômega-3, o amigo do coração

É, sem dúvida, o carro-chefe nutricional da chia. A porção de semente de chia tem nada menos que 400% da nossa necessidade diária de ômega-3. É claro que quando pensamos em ômega-3, logo nos lembramos de peixes, principalmente o salmão, que é muito rico desse nutriente. Porém, de acordo com as nutricionistas, 100 gramas da semente de chia têm oito vezes mais ômega-3 que um pedaço médio de salmão.

De acordo com a nutricionista Roseli Rossi, esta gordura do bem é responsável por afastar de perto as doenças cardiovasculares. Ela reduz a formação de coágulos sanguíneos e arritmias, diminui o colesterol circulante no sangue e também aumenta a sensibilidade à insulina. "Além disso, o ômega-3 ajuda na regulação da pressão dos vasos sanguíneos uma vez que aumenta a fluidez sanguínea, evitando assim, o aumento da pressão arterial", completa a nutricionista.

Além de todos esses benefícios, o ômega-3 é importante para fortalecer o sistema neurológico, além de evitar depressão e aumentar a absorção de nutrientes.

3- Mais cálcio que o leite

Essa é para os intolerantes à lactose e precisam de uma fonte de cálcio segura - segundo a nutricionista Vivian Goldberger, do Emagrecentro, 100 gramas da semente de chia (equivalente a sete colheres de sopa) tem seis vezes mais cálcio que meio copo de leite integral - que tem em média 246 mg do nutriente. "O cálcio presente na chia ajuda na formação da massa óssea, evitando a osteoporose", explica a nutricionista Roseli Rossi. Uma porção de semente de chia (25 gramas) tem cerca de 21% das nossas necessidade diárias de cálcio. 

4- Mais ferro que o espinafre

Uma ótima notícia para quem torce o nariz para espinafre e outros vegetais ricos em ferro, ou mesmo sofre de anemia ferropriva - necessitando, portanto, ingerir boas fontes de ferro. De acordo com a nutricionista Vivian Goldberger, 100 gramas da semente de chia oferecem três vezes mais ferro que a mesma quantidade de espinafre, por exemplo. Para ilustrar melhor: uma porção da semente tem 67.8% das nossas necessidades diárias em ferro. 

5- Proteínas para os músculos

Ótima para quem faz atividade física e precisa de uma boa fonte de proteínas para a reconstrução muscular, 100 gramas da semente de chia carregam 16g de proteína em sua composição. "Enquanto em 100 gramas de arroz integral cru há 8 gramas de proteína e no milho verde cozido há 3 gramas, por exemplo", conta a nutricionista Roseli Rossi. A vantagem da superdose é que a semente ajuda na manutenção de massa muscular, fornece mais energia para as células nervosas e ainda pode complementar as necessidades proteicas - uma porção da semente de chia tem 8.6% das nossas necessidades diárias nesse nutriente.

 6- Carrega magnésio

Essencial para o pleno funcionamento do nosso cérebro e ligações cognitivas, o magnésio também está muito presente na semente de chia. "Em comparação com 100 gramas de brócolis, a semente de chia tem 15 vezes mais magnésio", conta a nutricionista Vivian Goldberger. A porção possui 27.9% das nossas necessidades diárias desse nutriente. 

7- Vitamina A para os olhos

A porção diária da semente de chia possui cerca de 20% das nossas necessidades dessa vitamina. "Ela melhora sistema imunológico e protege a pele e os olhos contra o processo de envelhecimento", conta a nutricionista Roseli Rossi. 

8- Potássio contra câimbras

Esse nutriente tem grande participação na ação muscular, sendo essencial para quem pratica exercícios físicos todos os dias. De acordo com as nutricionistas, 100 gramas da semente de chia têm duas vezes mais potássio que duas bananas grandes. Nesse caso você pode até consumir a dupla junto, garantindo potássio de sobra para a atividade física. Uma porção de chia tem 6.4% das nossas necessidades diárias de potássio. 

9- Vitaminas do Complexo B

A semente de chia também possui em sua composição a niacina, a tiamina e a riboflavina, todas vitaminas do complexo B. Elas são fundamentais para o pleno funcionamento do nosso sistema nervoso, além de auxiliar no metabolismo das nossas células, fazendo com que nosso organismo todo funcione melhor. A porção da semente tem 13% das necessidades diárias de niacina, 4.6% das de riboflavina e 30% das de tiamina. 

10- Antioxidantes contra radicais livres

A semente de chia possui ácido cafeico e ácido clorogênico, ambos antioxidantes que ajudam a neutralizar os radicais livres, combatendo o envelhecimento celular e prevenindo nosso organismo contra diversas doenças, inclusive o câncer. 

11- Manganês extra

A porção da semente de chia tem 63.5% das necessidades diárias de manganês. "Esse nutriente participa na síntese de várias reações enzimáticas, além de estimular o crescimento dos ossos e do tecido conjuntivo", conta a nutricionista Roseli Rossi. 

12- Cheia de zinco

Esse nutriente melhora nossa imunidade, paladar, olfato e visão. Também promove a liberação do hormônio do crescimento e ajuda na formação de colágeno. Na porção de chia você encontra 12.3% das necessidades diárias de zinco.

13- Rica em cobre

"Ele facilita a absorção do ferro, é catalisador na formação da hemoglobina, melhora imunidade e ajuda na formação de elastina e colágeno", conta a nutricionista Roseli Rossi. A porção da semente possui 30.5% das necessidades diárias de cobre.

 

imagemtopo
PAZZE INDÚSTRIA DE ALIMENTOS - Av. dos Imigrantes, 1271 - Panambi/RS - Fone: 55 3375.3878 - pazze@pazze.com.br